sábado, 10 de outubro de 2009

Semana de Moda de Paris

A Semana de Moda de Paris chegou ao fim, deixando uma série de tendências nas passarelas e lançando muita moda.

Fazendo um resumão, teve a forte presença de tons como azul royal e pink, comprimentos curtos e ombros estruturados. Os cardigãs são tornaram peças-chave para montar um estilo mais despojado e chic.

A Chanel investiu no preto-e-branco para sua coleção, recriando os símbolos da marca. A Dior também apostou nessas cores, além de mostrar peças inspiradas em lingeries.

A Kenzo e Issey Miyake desfilaram peças com pegadas étnicas, mostrando muita cor e estampas, em looks com amarrações e sobreposições.

A alfaiataria desconstruída apareceu nas golas de camisas recriadas em roupas de festa da Miu Miu. E os esportes, na Hermès e no John Galliano.

Os desfiles de Margin Margiela e Stella McCartney foram marcados pela presença de volumes em drapeados, mangas bufantes e babados exagerados.

O tema "protesto e cultura de rua" foi visto através da coleção de Vivienne Westwood e Gaultier, com suas mulheres tatuadas.

[Chanel]

[Dior]

[Kenzo]

[Hermès]

[Stella McCartney]

[Vivienne Westwood]

[Gaultier]

Tem muita moda conceitual, coisas para serem apenas apreciadas mesmo. Mas como a moda também é arte, por que não apreciá-la sem usá-la?!?!?

Agora, a excentricidade do Alexander McQueen é um exemplo de criatividade fashion ou um exagero, quase uma loucura?????


Eu fico com a segunda opção! Voie la!

[Fonte e imagens: gnt.globo.com]

Um comentário:

Cris S.S. disse...

Eu, como sempre, amei Dior!
Pra mim, um dos melhores desfiles.
Bom feriadão Bell, Beijão